A Estação Liberdade e o Goethe-Institut (Rua Lisboa, 974 – São Paulo / SP) realizam no próximo dia 17, às 19h30, uma mesa-redonda dedicada ao livro Morrer sozinho em Berlim, de Hans Fallada (1893 – 1947). A entrada é gratuita.

A obra narra uma história real de resistência pacífica ao nazismo protagonizada por um casal de operários berlinenses. Para escrever o romance, Fallada, um dos mais populares escritores alemães do início do século XX, se baseou nos arquivos do processo movido pelo regime hitlerista contra os dois insurgentes. Além de celebrar o lançamento da edição brasileira do livro, o evento discutirá a obra e a conturbada vida de Hans Fallada.

A partir disso, se buscará pensar as possibilidades da literatura de abarcar e denunciar os regimes de exceção e as formas como a arte pode fornecer uma via de resistência. Na mesa estarão presentes, Claudia Abeling, tradutora do livro; Jorge de Almeida, doutor em filosofia e professor de Teoria Literária e Literatura Comparada na USP; e Márcio Seligmann-Silva, professor de teoria literária na Unicamp e pesquisador.

No próximo dia 17 de abril, às 19h, o Rabino Dr. Ruben Sternschein, da Congregação Israelita Paulista (CIP) receberá uma presença ilustre para participar do evento “Desafios Contemporâneos”: trata-se do Ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O Ministro Dias Toffoli visitará a CIP e será entrevistado pelo Rabino Dr. Ruben Sternschein, criando uma oportunidade para abrir o debate entre atualidade e judaísmo à sociedade e enriquecer a reflexão com a ajuda do conhecimento e da experiência que brindam sua posição e trajetória.

Na pauta do encontro, temas como: O que é justiça? Qual a diferença entre justiça, retidão, ética e bem? Existe uma justiça absoluta? Quais os condicionamentos e as limitações dos juízes e dos julgamentos humanos? Quais são os deveres e os limites da responsabilidade de intervenção do judiciário?

“O judaísmo liberal da CIP se assume desde a sua fundação como um judaísmo que dialoga com a realidade, com a vida, com a sociedade civil, e com os desafios contemporâneos. Muito além da mera prática mecânica de rituais ancestrais”, destaca o Rabino Ruben.

O evento “Desafios Contemporâneos” tem o apoio do Itaú, Bemol, GR, Focus Energia e Rosset.