As Viúvas de Munique

O canal SPORTV entrevistou Ilana Romero e Ankie Spitzer, viúvas de atletas israelenses massacrados (as imagens são fortes) por terroristas palestinos nas Olimpíadas de 1972.

Elas buscam juntas, desde então, justiça e reconhecimento pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e gostariam que os 11 atletas mortos fossem lembrados na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos no Rio.

Para elas, o atentado em Munique abriu o caminho para o terrorismo internacional, e o COI tem sua parcela de culpa. Mesmo após as mortes, o Comitê decidiu dar continuidade aos Jogos. 

A reportagem é de Tamara Schipper, que conversou com ambas ao longo de dois meses. ASSISTA. AS IMAGENS SÃO FORTES).