Bolsonaro vai condecorar israelenses que atuaram em Brumadinho

Durante sua viagem oficial à Israel, o presidente Jair Bolsonaro vai conceder a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul à equipe de salvamento israelense que ajudou nas operações de resgate e de busca de corpos em Brumadinho, em Minas Gerais.

A ordem é a mais alta condecoração brasileira atribuída a cidadãos estrangeiros.

Depois do rompimento da barragem de Brumadinho, em 25 de janeiro, o governo de Israel enviou uma equipe de militares para auxiliar nas buscas por sobreviventes.

A missão israelense contou com 136 integrantes. Até o momento, as autoridades brasileiras contabilizam 216 mortos e 89 desaparecidos em decorrência da tragédia.

Em janeiro, durante visita do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ao Brasil, o presidente lhe concedeu a mesma honraria.

Bolsonaro chegará a Tel Aviv no domingo (31). Na tarde do mesmo dia, segundo o Palácio do Planalto, ele participará de uma reunião privada com o premiê, em Jerusalém.

Depois do encontro com Netanyahu, os mandatários devem assinar acordos entre os dois países.

Estão previstos entendimentos nas áreas de ciência e tecnologia, defesa, segurança pública, saúde e medicina, embora a lista final de acordos ainda não esteja fechada.

Na noite de domingo, Bolsonaro será o convidado de um jantar oferecido pelo premiê israelense.

A cerimônia de condecoração dos brigadistas que participaram das buscas em Brumadinho ocorrerá na segunda-feira (1º).

Na tarde da segunda, Bolsonaro deve ir ao Muro das Lamentações, em Jerusalém, um dos locais mais sagrados do judaísmo.

Na manhã do terceiro dia de Bolsonaro em Israel, o presidente se encontrará com executivos de startups e abrirá um encontro empresarial Brasil-Israel.

Ele também visitará as instalações de indústrias israelenses de alta tecnologia.

À tarde, o presidente brasileiro terá uma agenda de deferências públicas ao estado israelense e ao povo judeu. Ele visitará o memorial oficial para recordar as vítimas do Holocausto (Yad Vashem).

No mesmo dia, Bolsonaro participará de uma cerimônia para o plantio de uma muda de oliveira no Bosque das Nações, em Jerusalém.

O presidente retorna ao Brasil na quarta-feira (3). Na manhã da quarta, antes de embarcar, ele tem um encontro com brasileiros que residem na cidade israelense de Raanana.