Brumadinho: Corpos são encontrados em refeitório com ajuda de equipamentos de Israel

Os equipamentos usados pela missão israelense ajudaram o Corpo de Bombeiros no mapeamento dos locais de buscas. De acordo com o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, por meio dos dados dos aparelhos, foi possível identificar para onde a estrutura do refeitório foi arrastada. Funcionários estavam lá no momento em que a barragem da Mina Córrego do Feijão se rompeu, Com isso, corpos foram localizados e retirados.

Desde 4h da manhã desta terça-feira, militares do Corpo de Bombeiros seguem os trabalhos, principalmente, em dois pontos: no segundo ônibus encontrado próxima a área administrativa da Vale e no local do refeitório, onde funcionários almoçavam no momento em que o mar de lama desceu. Neste ponto, a missão israelense também atuou em conjunto com o Corpo de Bombeiros.

Ao todo, 290 militares atuaram nas operações. Destes, 120 são de Belo Horizonte. Os demais bombeiros são de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, e Alagoas. “Continuamos com uma equipe grande na área do ônibus. É bastante difícil o acesso ao local. Desde as 4h, trabalhamos em conjunto com os israelenses para a localização e identificação das vítimas do refeitório”, afirmou Aihara.

A equipe israelense partiu ontem de volta a Israel (João Henrique do Vale, Estado de Minas/ Correio Braziliense).