CIP agradece aos que prestigiaram sessão beneficente da peça “Amor Profano”, no último domingo, 24 de fevereiro

Um público atento, interessado e consciente do seu papel de transformador da sociedade. O afeto e compromisso com as crianças e jovens do Lar das Crianças da CIP transpareceu na energia das pessoas que lotaram o teatro Raul Cortez para prestigiar, no domingo, 24 de fevereiro, a última sessão da peça Amor Profano.

A peça trata de um embate entre a dúvida e a fé, sobre o agnosticismo e heresia, mas, acima de tudo, fala sobre o amor. Ao final, o elenco, formado por Vivianne Pasmanter e Marcello Airoldi, fez um bate-papo com os Rabinos Michel Schlesinger e Yossi Schildkraut. “Cada um de nós sempre teve dúvidas. E a dúvida é a maior prova de amor. O pior é a indiferença.” Disse o Rabino Yossi Schildkraut. O Rabino Michel Schlesinger finalizou com: “Ortodoxos e liberais têm mais proximidade do que distância: eles se encontram no humano.”

Agradecemos a todos que participaram desta noite tão especial, que reverteu para o Lar R$46.000.