Dom Odilo celebra missa em memória às vítimas do Holocausto, com participação da comunidade judaica

O cardeal dom Odilo Scherer presidiu neste domingo, 26 de janeiro, na Catedral da Sé, em São Paulo, uma Celebração Eucarística em Memória às Vítimas do Holocausto. A Confederação Israelita do Brasil foi representada por seu diretor Eduardo Wurzmann. Também participaram o cônsul-geral de Israel, Yoel Barnea; o vice presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Bruno Laskowsky; o vice-presidente executivo da entidade, Ricardo Berkiensztat; e o diretor insticuional, Alberto MIlkewitz; os rabinos Michel Schlesinger e Ruben Sternchen, da Congregação Israelita Paulista, Raul Meyer, conselheiro do Centro de Cultura Judaica, e o cônego José Bizon, da Casa da Reconciliação.

“Pela primeira vez na história desta Catedral, uma missa foi dedicada à memória das vítimas da Shoá, graças à sensibilidade do cardeal-arcebispo dom Odilo Scherer e ao incansável trabalho da Comissão Nacional de Diálogo Católico-Judaico, liderada pelo cônego  Bizon”, disse Schlesinger ao repórter José Maria Mayrink, de O Estado de S. Paulo.

D. Odilo leu trechos do discurso que Bento 16 fez, ao visitar Auschwitz, em 2006. O então papa afirmou que era difícil para um alemão, como ele, visitar o campo de extermínio. Perguntou onde estava Deus e por que ele permitiu que acontecessem tais crimes.

O rabino Sternschein observou que os seis milhões de judeus vítimas do Holocausto não eram soldados, mas homens, mulheres e crianças que foram arrancados de suas casas e assassinados.

O cônsul Yoel Barnea agradeceu a dom Odilo a realização da cerimônia.

Também participou coral da entidade feminina judaica Wizo.

Nesta segunda-feira, a Folha de S. Paulo publicou um texto conjunto de Odilo Scherer e Michel Schlesinger, intitulado "Onde estava o homem?".

Veja matéria sobre a missa, no site da Arquidiocese de São Paulo.

27 de janeiro é o Dia Internacional em Memória às Vítimas do Holocausto. A Confederação Israelita do Brasil e a Federação Israelita do Estado de São Paulo, com o apoio da Congregação Israelita Paulista, promovem esta noite, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, a cerimônia do Dia Internacional em Memória às Vítimas do Holocausto, solenidade instituída pela ONU. Participarão o vice-presidente da República, Michel Temer, o governador Geraldo Alckmin e o embaixador de Israel, Rafael Eldad. O portal Terra transmitirá o evento ao vivo (horário previsto: 20 horas).

A data, estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), remete ao dia, em 1945, em que o maior campo de concentração nazista, Auschwitz-Birkenau, na Polônia, foi libertado pelas tropas soviéticas.


A partir da esquerda: Raul Meyer, Ruben Sternchen, Odilo Scherer, Michel Schlesinger, José Bizon, Eduardo Wurzmann. Foto: Divulgação.


A partir da esquerda: Yoel Barnea, Bruno Laskovsky, Michel Schlesinger, Odilo Scherer, Ricardo Berkiensztat, Alberto Milkewitz, Eduardo Wurzmann e Raul Meyer. Foto: Divulgação.