Entidades judaicas participam de encontro inter-religioso

Líderes religiosos se reuniram ontem, às 18h, no Salão Nobre do Palácio Anchieta, Câmara de Vereadores de São Paulo, para o evento “Tolerância e Fraternidade”, organizado pelo Cônsul-Geral do Emirados Árabes Unidos, Ibrahim Salem Alalawi. Os rabinos Gershon Kwasniewski, da SIBRA de Porto Alegre, e Ruben Sternschein, da CIP de São Paulo, foram os representantes religiosos da comunidade judaica. O secretário geral da Confederação Israelita do Brasil (Conib), Eduardo Wurzmann, representou a instituição.

Na ocasião, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, e o Sheik Mohamed Bukai, da Mesquita de Santo Amaro, assinaram um documento inter-religioso, em prol da paz mundial e da convivência fraterna e respeitosa entre os povos.

“O judaísmo é a favor da paz, da sua mais antiga e clássica essência. Um dos nomes de Deus é paz. A saudação mais antiga desde os tempos da Bíblia, assim como no hebraico moderno, é como se encontra a tua paz. A paz é um valor central no judaísmo. Cabe aos judeus apoiar toda iniciativa de convívio pacífico e de aceitação do outro, de sociedade plural. E por isso estávamos lá, apoiando este encontro”, disse o Rabino Ruben Sternschein.

Para o rabino Gershon Kwasniewski, “poder professar livremente a nossa religião é uma benção e se ainda podemos estabelecer um diálogo inter-religioso com outras comunidades a bênção se multiplica”. “A CONIB, a FIRS e a SIBRA são parceiras em estabelecer pontes com outras religiões”. “A participação no evento promovido pelo Cônsul Ibrahim Salem Alalawi dos Emirados Árabes Unidos é um reflexo da sociedade que queremos construir e na qual acreditamos; onde os diferentes podem conviver em paz, respeito, fraternidade e harmonia. Este é o modelo que abraçamos e desejamos multiplicar”.