Escola de Samba Águia de Ouro se desculpa por componente fantasiado de Hitler

A Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) condenou a iniciativa da escola de samba Águia de Ouro de incluir personagem fantasiado de Hitler, com a faixa presidencial brasileira, a suástica do partido nazista alemão, e armado com um fuzil e um cassetete, durante ensaio realizado no último sábado (02/02), no sambódromo do Anhembi em São Paulo.

“Sempre repudiamos quando alguém associa os crimes cometidos durante o nazismo a algum fato do cotidiano. O Holocausto é algo muito sensível para a comunidade judaica em todo o mundo e para todos que sofreram com esta barbárie”, diz a nota da Fisesp.

Em contato, via telefone, com o presidente da agremiação, Sidnei Carriuolo Antônio, se desculpou pelo acontecimento e afirmou: “Essa foi uma atitude isolada de um componente, que se aproveitou para se promover pessoalmente. A diretoria foi pega de surpresa, e já tomou as medidas necessárias para que não aconteça mais”..