Filantropia – entenda essa causa

Filantropia, ou amor à humanidade, é o ato de benevolência de uma pessoa ou empresa que colabora no desenvolvimento de causas sociais, em conjunto ao estado, para auxiliar pessoas em situações menos favoráveis.

Mais do que simplesmente uma prática assistencialista, a filantropia pode ter seu conceito ampliado para um conjunto de ações e esforços que busquem investimento social e desenvolvimento, e resultem em mudança efetiva de setores da sociedade.

Para organizar e fortalecer a causa das sociedades filantrópicas, surgiu em 2013 o FONIF (Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas). A associação sem fins lucrativos, que existe legalmente desde 2015, tem como principal objetivo garantir os direitos e interesses das sociedades filantrópicas em todo o Brasil e, com isso, certificar que cada cidadão do país tenha acesso às políticas públicas. O objetivo é justamente fortalecer as entidades filantrópicas que atuam no país. Dele participam organizações e pessoas físicas comprometidas com a filantropia nas áreas de atuação do Fórum: educação, saúde e assistência social.

Para atingir seus objetivos, o FONIF conta com ajuda de entidades que formam o Conselho de Entidades Representativas. São elas: ABIEE; ANEC; CEBRAF; CMB; CONIB; FEBRAEDA. Além de comitês e voluntários empenhados em fortalecer o setor e defender os interesses das entidades beneficentes.

A Conib, cônscia das muitas instituições judaicas que tem na filantropia o seu objetivo maior e razão de existência, integra também o FONIF. A filantropia está ligada a princípios judaicos como a Tzedaká e o Tikun Olam, ou seja, trabalhar para tornar o mundo um lugar melhor para todos.

Hoje, o FONIF pode afirmar com números a importância das instituições filantrópicas para o funcionamento do país. Em uma pesquisa finalizada pela associação em dezembro de 2018, a cada R$1,00 investido pelo Estado no setor com as imunidades fiscais, o retorno é de R$7,39 em benefícios entregues para a população.

Ainda com dados da pesquisa, no cenário brasileiro 80% da população mora em municípios cobertos por serviços de instituições filantrópicas. O setor é um dos que mais contratam no país.

Em cada área, os números continuam a impressionar. No setor da saúde, são 906 municípios atendidos exclusivamente por um hospital filantrópico. Na educação, 2,4 milhões de alunos foram matriculados desde a Educação Básica até o Ensino Superior. Na área de assistência social, mais de 3,6 milhões de vagas de serviços essenciais de proteção básica são oferecidas pelos setor.