Filha do ‘arquiteto de Hitler’ é premiada por ajudar judias

Quando Hilde Schramm herdou diversas coleções de pinturas de seu pai, ela sabia apenas uma coisa: não queria nenhuma dessas obras. Hilde é filha do chefe dos arquitetos e ministro de Armamentos de Adolf Hitler Albert Speer. Apesar de determinar que os quadros provavelmente não foram tomados de judeus durante a 2ª Guerra, a alemã queria que sua herança, de alguma maneira, beneficiasse outras pessoas. Ela se juntou com amigos em seu escritório em Berlim e elaborou um plano para vender os quadros e usar o dinheiro para apoiar projetos artísticos de mulheres judias na Alemanha. Assim, em 1994, nascia o projeto Fundação Zurueckgeben, pelo qual nesta segunda-feira, 21, Hilde recebeu o prêmio Obermayer German Jewish History Award. A honraria foi estabelecida por filantropos americanos judeus para reconhecer os esforços de alemães não judeus para manter viva a cultura judaica de seu país.

O nome da fundação pode ser traduzido algo como “retorno”, mas também pode significar “restituição” e Hilde disse que a palavra foi intencionalmente escolhida para enfatizar o objetivo de aumentar a conscientização sobre uma época em que roubo de propriedade e arte judaica era um assunto sobre o qual não se falava muito.

Hoje, há um amplo entendimento de que os nazistas saquearam preciosas obras de arte e outras propriedades de judeus europeus graças, em parte, aos recentes esforços do governo alemão de identificar herdeiros e organizar restituições, e também em razão do popular filme americano Caçadores de Obras-primas, de 2014.  Mas o principal foco tem sido os itens de grande valor como preciosas pinturas e esculturas. A fundação de Hilde encoraja os alemães em geral a fazer um balanço dos itens em suas casas e se questionarem de onde eles podem ter vindo.

Em parte, seu objetivo é combater o clichê perpetrado pelos nazistas de que todos os judeus eram ricos e poderosos na época e também para afastar a noção de que apenas a elite nazista lucrou com o roubo de objetos de arte dos judeus (O Estado de S.Paulo).