Sucot

(Festa das Cabanas ou dos Tabernáculos)

Festa que começa no 15º dia do mês de Tishrei. É uma das três maiores festas do calendário judaico, as quais são conhecidas como “Shloshet ha Regalim”. Elas têm origem na antiguidade, quando o povo de Israel peregrinava para o Templo de Jerusalém. Sucot relembra os 40 anos da trajetória dos judeus no deserto, após a saída do Egito. Nesse período, o povo era nômade e vivia em pequenas tendas ou cabanas frágeis e temporárias. Por isso, o principal costume da festa, atualmente, é a construção de uma Sucá (Cabana), onde os judeus fazem pelo menos uma refeição, com o objetivo de recordar o que passaram seus ancestrais no deserto. Em latim, a palavra Sucá foi traduzida como Tabernaculum, que significa abrigo provisório ou cabana.

Como a festa coincide com a estação das colheitas em Israel, o período também é conhecido como festa das colheitas. No fim da festa de Sucot, os judeus celebram outro feriado, chamado de Shemini Atzeret e Simchá Torá. Em Israel, essas passagens no calendário são comemoradas em um único dia. Nas comunidades judaicas da Diáspora, são dois dias. Uma das principais características do feriado é que ele marca o final do período anual de leitura da Torá e a abertura de um novo ciclo de leitura e estudos das escrituras sagradas.

Listagem completa