Israel inaugura novo aeroporto internacional

Israel inaugurou nesta segunda (21) um novo aeroporto internacional perto do Mar Vermelho. Com o nome de Ilan Ramon – em homenagem ao primeiro astronauta de Israel que morreu junto com outros seis tripulantes a bordo da nave Columbia, que se desintegrou ao reentrar na atmosfera, em fevereiro de 2003 -, o novo aeroporto teve um custo de US$ 500 milhões. Com capacidade para receber dois milhões de passageiros por ano, o novo aeroporto deve promover o turismo em Eilat e adjacências e servirá também como alternativa de emergência, caso o Ben-Gurion não possa ser utilizado em situação de conflito.

“O aeroporto será um ponto central de atividades, com voos domésticos e internacionais. Isso nos dará mais capacidade estratégica em tempos de atividade normal e, quando necessário, em tempos de emergência, para que as rotas de aviação não sejam prejudicadas”, disse o primeiro-ministro Benjamim Netanyahu na inauguração.

O Ramon deve entrar em funcionamento em março e, inicialmente, irá operar apenas voos domésticos, administrados pelas transportadoras israelenses Arkia e Israir.

A Jordânia protestou contra o novo aeroporto israelense, alegando que as aeronaves poderiam violar o espaço aéreo do país. “A Jordânia rejeita a instalação do novo aeroporto israelense em sua atual localização”, disse o chefe da Comissão de Regulamentação da Aviação Civil da Jordânia, Haitham Misto, segundo a mídia estatal. Misto disse que o aeroporto violou “as normas internacionais relativas ao respeito pela soberania do espaço aéreo e território de outros países” (Ori Lewis, Times of Israel).