Livro ‘Morrer sozinho em Berlim’, de Hans Fallada, ganha versão em português

A Estação Liberdade e o Goethe-Institut (Rua Lisboa, 974 – São Paulo / SP) realizam no próximo dia 17, às 19h30, uma mesa-redonda dedicada ao livro Morrer sozinho em Berlim, de Hans Fallada (1893 – 1947). A entrada é gratuita.

A obra narra uma história real de resistência pacífica ao nazismo protagonizada por um casal de operários berlinenses. Para escrever o romance, Fallada, um dos mais populares escritores alemães do início do século XX, se baseou nos arquivos do processo movido pelo regime hitlerista contra os dois insurgentes. Além de celebrar o lançamento da edição brasileira do livro, o evento discutirá a obra e a conturbada vida de Hans Fallada.

A partir disso, se buscará pensar as possibilidades da literatura de abarcar e denunciar os regimes de exceção e as formas como a arte pode fornecer uma via de resistência. Na mesa estarão presentes, Claudia Abeling, tradutora do livro; Jorge de Almeida, doutor em filosofia e professor de Teoria Literária e Literatura Comparada na USP; e Márcio Seligmann-Silva, professor de teoria literária na Unicamp e pesquisador.