15 de novembro de 2018 English Español עברית

Conib Logo

Viagem a Israel muda a visão de parlamentares brasileiros

07 Fev 2018 | 10:28
Imprimir

Os cinco parlamentares brasileiros que estiveram em Israel em viagem organizada pela Confederação Israelita do Brasil (Conib), a Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) e o Project Interchange, do American Jewish Committee (AJC) voltaram de lá com uma nova perspectiva do país, até então marcada principalmente pelo noticiário de conflitos e guerras. O senador Álvaro Dias agradeceu à Conib pela “oportunidade extraordinária de conhecer mais de perto a história do país, frequentar os ambientes (históricos) reviver a fé, fortalecer a crença e alimentar os sentimentos de religiosidade”. “Foi muito  importante - disse ele - conhecer a história de um povo, de um país pequeno, com uma grande história, história que alimenta as esperanças de um futuro melhor para a humanidade, já que, superando as vicissitudes, os percalços,  Israel construiu uma civilização generosa, democrática e, sobretudo, competente, com avanços na tecnologia, com progresso e desenvolvimento econômico, apesar da pressão de seus vizinhos e de viver num ambiente de conflito permanente”. “Israel é um grande exemplo para a humanidade”. “É uma demonstração de eficiência em razão da inteligência de um povo”. “Voltamos ao Brasil certamente com mais motivação e inspiração para que, com os exemplos de Israel, possamos buscar um futuro melhor para o nosso país”, disse ele.

Os senadores Álvaro Dias (Podemos-Paraná), Cristovam Buarque (PPS - Distrito Federal), Lasier Martins (PSD - Rio Grande do Sul), e os deputados Arthur Maia (PPS - Bahia) e Guilherme Mussi (PP - São Paulo) permaneceram por cinco dias em Israel com uma programação extensa e intensa, que incluiu encontros com autoridades de Israel e da Autoridade Palestina, um ministro da Suprema Corte israelense e também representantes de organizações e empresas locais.

Em visita ao Yad Vashem, o Museu do Holocausto em Jerusalém, os parlamentares ficaram muito emocionados e puderam conhecer mais a fundo a perspectiva histórica que levou à fundação do Estado moderno de Israel. Alguns inclusive choraram durante a visita. Os parlamentares disseram que a imagem que tinham do país era muito diferente da realidade que puderam ver de perto. Todos manifestaram profunda admiração pelo povo judeu e viram no Estado de Israel uma consequência dos padrões éticos do judaísmo.

Eles se entusiasmaram com as possibilidades de cooperação entre Brasil e Israel em várias áreas, como dessalinização da água, agricultura e segurança.

Esta foi a terceira viagem do projeto, que no ano passado levou ao país os senadores Ana Amélia Lemos (PP/RS), Humberto Costa (PT/PE), Jorge Viana (PT/AC), Katia Abreu (PMDB/TO) e Ricardo Ferraço (PSDB/ES) e os deputados federais Bruna Furlan (PSDB/SP), Pedro Vilela (PSDB/AL) e Eduardo Cury (PSDB/SP).

A Conib e a Fisesp entendem que a melhor forma de conhecer a realidade local é estar lá presencialmente e ter acesso a diferentes pontos de vista, incluindo lideranças árabes-israelenses e palestinas.

O impacto dessa realidade nos parlamentares brasileiros ajuda a transformar a visão que eles têm de Israel e certamente ajudará a melhorar as relações entre os dois países.

“Foi uma viagem de extraordinário proveito”, disse o advogado, jornalista e senador da República pelo Rio Grande do Sul, Lasier Martins, um dos participantes da missão. “Eu já estivera duas vezes no país em rápidos compromissos jornalísticos na década de 90, mas nada comparável ao aprendizado de agora. A oportunidade ensejou conhecimento aprofundado da história de Israel, da realidade próspera de hoje e da tenacidade contínua de seu povo, seu admirável espírito democrático e, sobretudo, controle das adversidades. Os conflitos na região são milenares, mas o povo de Israel sempre teve capacidade de defender-se, superior para criar, inovar, projetar-se nas ciências e daí a prosperidade. Jerusalém, em particular, possui uma atração especial, com sua cor, charme e qualidade de cidade moderna. As visitas à indústria da dessalinização da água do mar e ao Ministério da Agricultura se constituíram num complemento à amostragem do universo de competências de Israel. E naquilo que interessava à Organização justificadamente nos mostrar, os contatos foram altamente pedagógicos, entre eles o doloroso Museu do Holocausto. E, nas conclusões: os ódios e violências dos grupos terroristas realmente não permitem concessões. Poderia ser o fim do país mais adiantado do Oriente Médio. A solução por efetivo Acordo de Paz tem sido difícil. Mas o povo judeu é inteligente. E a inspiração que vem do Rei David figura como permanente símbolo de perseverança e coragem. Obrigado pela generosa indicação para a jornada”, concluiu o senador.

 


Luiz Kignel, 
Lasier Martins, Avraham Milgram, Juan Dircie, Álvaro Dias, Arthur Maia, Sérgio Malbergier, Guilherme Mussi e 

Cristovam Buarque em visita ao Yad Vashem. Foto: André Nehmad.


Luiz Kignel, Lasier Martins,, Álvaro Dias, Arthur Maia, Sérgio Malbergier, 

Guilherme Mussi e Cristovam Buarque em visita ao Yad Vashem. Foto: André Nehmad.



Luiz Kignel, Lasier Martins,, Álvaro Dias, Arthur Maia, Sérgio Malbergier, Guilherme Mussi e 
Cristovam Buarque no Muro das Lamentações. Foto: Gustavo Gerchmann.





Comentários


Últimas do blog

Vídeos