23 de julho de 2018 English Español עברית

Conib Logo

Claude Lanzmann, diretor de 'Shoah', morre aos 92 anos, em Paris

05 Jul 2018 | 14:09
Imprimir

O cineasta e escritor francês Claude Lanzmann, diretor do emblemático documentário “Shoah”, sobre o Holocausto, morreu nesta quinta-feira (5) aos 92 anos, em Paris, segundo anunciou a editora Gallimard. “Lanzmann faleceu esta manhã em sua residência. Estava com a saúde muito, muito frágil há vários dias”, afirmou um porta-voz da editora.

“Claude Lanzmann foi um cineasta de primeira grandeza”. “Sua capacidade realizadora e sensibilidade fizeram com que os horrores do Holocausto tenham sido revelados para várias gerações, em sua monumental “Shoah”. “Produziu e dirigiu também ‘Pourquoi Israel’, sobre os 25 primeiros anos do Estado Judeu e outros filmes e livros”, disse o presidente da Conib, Fernando Lottenberg.

Os jornais franceses e israelenses deram grande destaque à obra de Lanzmann . O Le Monde o definiu como “um cineasta maior, um dos que marcarão para sempre a história do cinema”. O jornal lembrou ainda que Lanzmann "foi escritor, jornalista, filósofo, diretor [da revista] Temps Modernes, amigo de Sartre, companheiro de Simone de Beauvoir”. Nascido em Paris em 1925, aos 18 anos o autor chegou a lutar na resistência francesa contra os nazistas e pautou toda a sua vida à questão judaica e a expor as atrocidades do nazismo. Em 2011, Claude Lanzmann veio ao Brasil lançar seu livro "A lebre do Patagônia" (Companhia das Letras) e participar da Festa Literária de Paraty (Flip). 





Comentários


Últimas do blog

Vídeos