19 de setembro de 2018 English Español עברית

Conib Logo

Conib divulga Carta de Princípios sobre processo eleitoral

13 Set 2018 | 15:31
Imprimir

As eleições deste ano são um momento importante na caminhada para a construção de um país mais democrático, socialmente justo e baseado na igualdade de oportunidades para os cidadãos. É nesse sentido que a Confederação Israelita do Brasil (Conib) apresenta pontos que julga relevantes, da perspectiva da comunidade judaica brasileira. Esperamos que essa nossa colaboração ajude a inspirar planos e projetos que estimulem e impulsionem os melhores objetivos para o nosso país.

Democracia e Estado de Direito

A Conib defende o permanente aperfeiçoamento do estado democrático de direito, com o estrito respeito à ordem constitucional, aos direitos humanos e aos direitos e garantias individuais, estabelecidos na Carta de 1988. Nossa Constituição é uma das mais avançadas do mundo ao tratar desses temas, a esperamos que o próximo governo persevere o benigno caminho institucional que o país vem trilhando nas últimas três décadas.

Igualdade

A Conib entende ser indispensável e inegociável a defesa da igualdade dos cidadãos perante a lei e se opõe vigorosamente a qualquer tentativa de discriminação por razões políticas, ideológicas, religiosas, raciais, de orientação sexual ou quaisquer outras. O Brasil deve sempre reafirmar o compromisso com o princípio de que somos um país de todos - e para todos. Essa ideia deve orientar todas e cada uma das ações de governo.

Combate ao antissemitismo e ao antissionismo

Em consequência do tópico acima, reivindicamos do próximo governo que esteja alerta para a crescente ameaça antissemita, disseminada agora por meios de comunicação digitais, que pregam o ódio de forma eficiente e anônima. Mas o antissemitismo contemporâneo nem sempre se apresenta em sua forma clássica de ataque direto aos judeus. Em nossos tempos, críticas legítimas a ações dos diversos governos de Israel transformam-se rapidamente em negação do direito de autodeterminação judaico, como nação. O antissionismo é, assim, a nova máscara do velho antissemitismo.

Combate à proliferação do ódio

Pedimos que o próximo governo esteja especialmente atento à propagação dos discursos de ódio, em particular nas redes sociais e na internet. Garantido o direito à liberdade de expressão, esperamos que se tomem providências para prevenir, coibir e punir os crimes já capitulados na legislação, como aqueles contra a honra e o racismo, entre outros.

Ampliação das relações com Israel

A complementaridade das vocações nacionais do Brasil e de Israel cria um terreno muito favorável à ampliação da integração entre nosso país e o Estado Judeu. As boas relações econômicas atuais devem ser desenvolvidas sem restrições e de acordo com interesses comuns na busca de parcerias mutuamente benéficas. Vamos honrar o legado de Oswaldo Aranha e seu papel, na decisão da ONU de 1947, que abriu o caminho legal para a Independência de Israel. Nesse sentido, pedimos que o próximo governo prossiga no caminho de alterar a política de alinhamento automático da diplomacia brasileira contra Israel nos organismos internacionais. Reivindicamos que cada questão seja analisada por seus méritos e em função unicamente dos interesses brasileiros e de nossos princípios constitucionais.

Participação construtiva

A Conib e a comunidade judaica brasileira estiveram, estão e estarão sempre disponíveis e mobilizadas para contribuir com o Brasil. Desejamos ampliar nossas iniciativas e parcerias com esse objetivo. Estamos à disposição do próximo governo para unir forças nos temas ligados à saúde, à educação e à segurança. Junto a outros desafios, acreditamos ter contribuições a dar nesses temas que concentram as preocupações e insatisfações da nossa sociedade.

Nossos votos

Finalmente, desejamos boa sorte a Vossa Excelência no processo eleitoral, colocando-nos antecipadamente à disposição para, junto aos demais brasileiros, construirmos juntos um Brasil melhor para todos.





Comentários


Últimas do blog

Vídeos