“O Hamas é a primeira linha de defesa do Irã”, diz líder do grupo após encontro com aiatolá Khamenei

Em visita a Teerã, membros do Hamas se reuniram com o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, com quem conversaram sobre o conflito israelo-palestino e a situação na fronteira entre a Faixa de gaza e Israel.

“O Hamas é a primeira linha de defesa do Irã”, disse o chefe da delegação do Hamas, Saleh al-Arouri, após encontro com Khamenei.

Ao final do encontro, o líder supremo divulgou declaração, afirmando que a proposta de paz dos EUA – chamada de “Acordo do Século” – “é uma conspiração perigosa destinada a destruir a identidade palestina com dinheiro”.

“Este é o principal ponto que devemos resistir e não permitir que eles eliminem a identidade palestina usando o dinheiro. Há vários anos, os palestinos estavam lutando com pedras, agora eles têm foguetes de precisão”, disse ele.

A agência de notícias oficial iraniana Irna afirmou que a visita de Al-Arouri a Teerã é uma sequência da ida do líder parlamentar iraniano Hossein Amir-Abdollahian ao Líbano na semana passada.

No domingo, líderes do Hamas pediram a intensificação da “resistência ao projeto de assentamento sionista” em uma declaração oficial.

“O aumento dos crimes da ocupação contra os moradores da Cidade Santa é resultado do total apoio americano”, disse Hazem Qassem, porta-voz do Hamas, ao criticar a demolição de uma aldeia palestina arredores de Jerusalém.