Papai Noel, ao estilo de Jerusalém

A casa de Papai Noel em Jerusalém é um conto de fadas, localizado no Bairro Cristão da Cidade Velha. Mas como não se pode confiar no clima para oferecer um Natal Branco, há uma máquina de neve para garantir os flocos no dia 25 de dezembro. A lareira elétrica também faz parte da magia do feriado, junto com as clássicas decorações verdes e vermelhas, adoradas por todos.

Este é todo o trabalho de Isa Anis Kassissieh, ex-jogador de basquete e o único Papai Noel oficial em Israel. Isa é também o único Papai Noel do mundo que anda de camelo, em vez de conduzir o famoso trenó de seis renas.

“Esta é a casa onde nasci”, disse Kassissieh com orgulho. “Está na família há 700 anos. Tenho 40 anos e comecei a me apresentar há uma década, mas há dois anos decidi estudar seriamente o negócio e fui para Denver, Colorado, para uma escola especial de Papai Noel. Eu estudei na Michigan Santa School – que é a mais antiga do mundo – ao lado de outros 300 Papais Noéis, e recebi um diploma oficial”, disse Kassissieh.

Então, o que você faz na escolas? Bem, em primeiro lugar, você aprende sobre a importância do Papai Noel para os jovens clientes, que esperam o empolgante encontro durante todo o ano. Estudamos como andar devagar e alegremente, como assumir o papel (e não há espaço para aparências desleixadas!) e como gritar “Ho! Ho! Ho!” aos transeuntes. E, é claro,  aprendemos a falar com as crianças e a ouvir – e nunca revelamos que Papai Noel não existe.

Dezembro é a época mais movimentada do ano para os Papais Noéis do mundo. “Em preparação para o feriado, eu arrumo a casa para os visitantes e compro muitos chocolates e doces tradicionais”, disse Kassissieh. “Eu compro presentes e mantenho a casa aberta por algumas horas todos os dias – pais que querem que seus filhos visitem, devem me contatar com antecedência e trazer os presentes, que depois dou para as crianças.”

“Mas toda criança que visita ganha doces – essa é a ideia do Papai Noel”, disse Kassissieh. “Papai Noel traz alegria, amor, paz e segurança para todas as crianças, e cada sorriso que recebo me deixa orgulhoso e feliz”. Kassissieh disse que sua casa está aberta a todos: cristãos, judeus e muçulmanos. “Todos são bem vindos!”

O Papai Noel de Jerusalém não se limita a convidar as crianças para sua casa, onde todas as decorações são feitas à mão e os visitantes podem ver sua oficina e experimentar o espírito de férias. De manhã, ele visita crianças em hospitais e escolas, espalhando as alegrias da época festiva para todos.