Professor de Lei Islâmica: “Vida humana é mais importante do que a Mesquita de Al-Aqsa”

“O uso político da religião é o maior crime de todos, e tenho dedicado minha  vida a combate-lo”, disse em entrevista recente à TV egípcia Al-Youm o professor da Universidade Al-Azhar, Saad Al-Din Al-Hilali, especialista em Lei Islâmica.

“A vida humana é mais importante do que a Mesquita de Al-Aqsa”, afirma ele, referindo-se ao atual conflito em Jerusalém. “O que é mais importante, pessoas ou construções – mesmo que estas sejam sagradas, como a Caaba? O que é mais importante para Alá? As pessoas, é claro!”, prossegue Al-Hilali.

A apresentadora pergunta: “Então, você se opõe àqueles que dizem que temos que lutar pela Mesquita de Al-Aqsa?”

“Não, eu disse que temos que lutar pelo que é certo”. (…) “Os manifestantes em Jerusalém estão morrendo com o propósito de transformar a guerra em uma guerra religiosa”. (…) “No dia em que Alá honrou o profeta Maomé e levou-o, à noite, da Mesquita Al-Haram para Al-Aqsa, nenhuma delas estava nas mãos de muçulmanos. E isso representou algum problema?”.

ASSISTA (em árabe, com legendas em inglês).