Sobreviventes do Holocausto se reencontram 72 anos depois

A jornalista e documentarista, Sandi Bachom, compartilhou uma foto, no Twitter, no dia do Iom HaShoá (Dia da Memória do Holocausto), do encontro de três sobreviventes do Holocausto.

“Hoje é Iom HaShoa. Em 1944, o ano em que nasci, meus amigos Werner e Walter foram tatuados com 10 números de diferença em Auschwitz. Devido a um milagre no Facebook, eu pude filmar seu primeiro encontro 72 anos depois”, escreveu a jornalista.

O canal de mídia social NowThis convidou os sobreviventes do Holocausto para entrevistá-los. Verificando os números tatuados em seus braços, Werner e Walter descobriram que estavam na mesma fila em Auschwitz, com apenas 10 pessoas os separando. No entanto, esta foi a primeira vez que se encontraram.