Três cartas de Einstein sobre antissemitismo irão a leilão

Três cartas escritas por Albert Einstein sobre antissemitismo e sua herança judaica serão leiloadas em Los Angeles esta semana.

As cartas, datadas dos anos 1920 e 30 – duas manuscritas e uma datilografada em máquina de escrever – serão leiloadas pela Auction House, da Nate D. Sanders, nesta quinta-feira.

A carta mais antiga, datada de 6 de setembro de 1921, foi escrita à mão e enviada por Einstein a sua irmã, Maja Winteler-Einstein. O cientista escreveu: “Devo ir a Munique, mas não o farei, porque isso colocaria em risco minha vida agora”. Na época, Munique, a cidade onde Einstein cresceu, passava por uma onda de inquietação e antissemitismo. E em 1920, uma ordem de expulsão dos judeus da cidade foi emitida.

No entanto, Einstein manteve um tom otimista, dizendo à irmã que seus dois filhos “estão se desenvolvendo esplendidamente, são inteligentes, naturalmente despretensiosos e interessados ​​em muitas coisas”. O lance inicial está definido em US$ 12 mil.

A segunda carta, manuscrita em 17 de abril de 1934, foi enviada por Einstein para sua ex-esposa e mãe de seus dois filhos, Mileva Maric. O físico disse que estava enviando um cheque para ajudar nos cuidados de seu filho, Eduard, que era esquizofrênico. Mas Einstein disse que sua ajuda era limitada: “Estou tão severamente preocupado com os vários atos de assistência que tenho de me restringir da maneira mais extrema. Tudo isso é o resultado da insanidade de Hitler, que arruinou a vida de todos aqueles ao meu redor “, escreveu ele. Os lances na carta para Maric começam em US$ 25 mil.

A terceira carta foi composta em uma máquina de escrever, assinada por Einstein em 10 de junho de 1939 e enviada ao especialista em câncer Dr. Maurice Lenz, em Nova York. Einstein felicitou-o pelo “trabalho esplêndido que você realizou em nome dos refugiados durante a Semana da Dedicação”. Ele continuou: “O poder de resistência que permitiu ao povo judeu sobreviver por milhares de anos foi baseado em grande medida em tradições de ajuda mútua. Nestes anos de aflição, nossa prontidão para ajudar uns aos outros está sendo colocada em teste severo “, escreveu Einstein, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial.

“Que possamos suportar este teste, assim como nossos pais antes de nós. Não temos outros meios de autodefesa que nossa solidariedade e nosso conhecimento de que a causa pela qual estamos sofrendo é uma causa importante e sagrada”, continuou ele. “Deve ser uma fonte de profunda gratificação para você estar fazendo uma contribuição tão importante para resgatar nossos perseguidos companheiros judeus de seu perigo calamitoso e conduzi-los em direção a um futuro melhor.” O lance inicial é de  US$ 12.000.