Foto: Fernando Lottenberg

“A internet se tornou o novo território do ódio”, diz Fernando Lottenberg em entrevista

A Globo News divulgou matéria sobre as homenagens em Jerusalém, no Yad Vashem, aos seis milhões de judeus mortos durante a Segunda Guerra (Yom Hashoá) e citou relatório da Universidade de Tel Aviv sobre o aumento dramático dos casos de antissemitismo em vários países. Na matéria foi entrevistado o presidente do Conselho Consultivo da CONIB e Comissário da Organização dos Estados Americanos (OEA) para Monitoramento e Combate ao Antissemitismo, Fernando Lottenberg, que atribuiu o aumento dos casos de antissemitismo ao deslocamento dessas ações para a internet, “onde (os casos) se tornaram o novo território do ódio”. “Infelizmente o antissemitismo continua vivo e forte”, destacou Fernando Lottenberg.

O primeiro-ministro Naftali Bennet falou na abertura dos eventos no Yad Vashem, destacando que o Holocausto foi um episódio sem precedentes na história e que não é correta a comparação com acontecimentos atuais.