AJC divulga nota de apoio à Conib após condenação a recepção a parlamentar em Brasília 

O American Jewish Comittee (AJC) divulgou nota de apoio à Confederação Israelita do Brasil (Conib), que manifestou preocupação com a visita à Brasília de Beatrix von Storch, vice-líder do partido populista AfD (Alternativa para Alemanha) e neta de Lutz Graf Schwerin von Krosigk, ministro das Finanças na Alemanha nazista.
Em suas redes sociais, o AJC escreveu que se junta à Conib ao expressar preocupação com a visita de Beatrix e que a plataforma racista e xenofóbica do AfD não tem lugar no Brasil.
Em sua visita à Brasília, Beatrix manteve encontros com o presidente Jair Bolsonaro e com os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF), que compartilharam fotos das agendas em suas redes sociais – e foram criticados pelo histórico xenófobo e anti-imigração de Beatrix, que já foi investigada por incitação ao ódio contra muçulmanos.
O Jornal Nacional repercutiu a nota em que a Confederação Israelita do Brasil afirma que “lamenta a recepção dada a representante do partido Alternativa para a Alemanha (AfD) em Brasília. Trata-se de partido extremista, xenófobo, cujos líderes minimizam as atrocidades nazistas e o Holocausto. O Brasil é um país diverso, pluralista, que tem tradição de acolhimento a imigrantes. A Conib defende e busca representar a tolerância, a diversidade e a pluralidade que definem a nossa comunidade, valores estranhos a esse partido xenófobo e extremista”.