Arcebispo de SP, cardeal Dom Odilo Scherer, é homenageado pelo Conselho de Fraternidade Cristão –Judaica

Por sua trajetória e empenho no diálogo inter-religioso, o Arcebispo de SP, cardeal Dom Odilo Scherer, foi homenageado com o Prêmio Fraternidade na noite desta quinta (12), pelo Conselho de Fraternidade Cristão-Judaica. A cerimônia aconteceu no auditório do Colégio Sion, em Higienópolis.  A cada dois anos o conselho elege uma pessoa dedicada à causa do diálogo inter-religioso para receber a homenagem.

O presidente da Conib, Fernando Lottenberg falou à plateia, como representante da comunidade judaica. A apresentação ao público do homenageado foi feita pelo rabino Michel Schlesinger, da CIP, e representante da Conib para o diálogo inter-religioso.  Além do homenageado, também falaram o Bispo de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini e a presidente do Conselho, Miriam Markus. O diretor para assuntos inter-religiosos da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Raul Meyer, foi o mestre de cerimônias.

“O diálogo inter-religioso é um dos temas fundamentais no trabalho que a Conib desenvolve no Brasil.

Historicamente, temos mais de 55 anos de construção deste relacionamento qualificado, desde a Encílica Nostra Aetate, iniciada por João XXII e promulgada pelo papa Paulo VI em 1965, aproximando judeus e católicos, após 2.000 anos de afastamento e de divergências. Tivemos muitos expoentes que deram sua contribuição neste capitulo brasileiro, que precede a Encíclica. Destacamos alguns poucos, como Dom Paulo Evaristo Arns, rabino Henry Sobel, Hugo Schlesinger, padre Humberto Porto – e menciono apenas os que já não estão entre nós, pois cada um que hoje está aqui tem participado nesse esforço.

Lembro também a visita que fizemos juntos ao Papa Francisco, em 2015, ao final das celebrações do cinquentenário da Nostra Aetate, para cujo sucesso dom Odilo teve papel fundamental.”, destacou Lottenberg em seu discurso.

O prêmio, uma escultura de uma pomba da paz assinada pela artista Hannah Brandt, foi entregue ao cardeal por Ricardo Schlesinger. O evento reuniu cerca de 75 pessoas entre representantes religiosos e de entidades comunitárias e civis. A cerimônia foi encerrada  com a apresentação musical  do grupo Zamarim.