Bolsonaro visita o Muro das Lamentações com Netanyahu

Sob chuva, o presidente Jair Bolsonaro visitou, no fim da manhã de hoje (no horário de Brasília), o Muro das Lamentações, em Jerusalém, acompanhando do premiê israelense Benjamin Netanyahu. Esta é a primeira vez que um presidente brasileiro vai ao local, sagrado para a religião judaica, acompanhado de uma autoridade israelense.

Usando um quipá, Bolsonaro depositou um pedido, redigido em papel, e fez sua oração, apoiando as duas mãos sobre o Muro. Na sequência, Netanyahu repetiu o gesto, seguido pelo chanceler Ernesto Araújo. Pouco antes da visita começar, Bolsonaro disse não se tratar de um ato político, mas sim pessoal.