Casos diários de Covid-19 em Israel chegam a 1.372 – o maior número em 4 meses

O Ministério israelense da Saúde informou na manhã desta terça-feira que 1.372 novos casos de coronavírus foram registrados no dia anterior – a maior taxa em mais de quatro meses – e 270 até às 8h de hoje, segundo o Times of Israel.

As infecções ativas por Covid-19 chegam a quase 8.000 (7.924) – um mês atrás, esse número era de cerca de 200 -, mas os casos graves permanecem em torno de 60.

Com o aumento dos números, as autoridades israelenses estudam a adoção de novas restrições, uma delas, que deve ser implantada de imediato, é a determinação para que todos os que chegam em Israel entrem em quarentena, mesmo os vacinados e os recuperados da doença.

O ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, confirmou nesta terça-feira esse plano e disse que todos os cidadãos israelenses que voltarem do exterior em breve serão obrigados a se isolar na chegada, acrescentando que não há planos de fechar totalmente o aeroporto.

Dos 83.509 testes realizados na segunda-feira, 1,86% deram positivo – uma taxa um pouco mais alta do que nos últimos dias. O número de mortos ficou em 6.451, com uma nova vítima fatal de acordo com o ministério.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, 154 dos casos identificados nesta segunda-feira foram entre pessoas que chegam do exterior.