Chanceler Luiz Alberto Figueiredo recebe no Itamaraty delegação do American Jewish Committee

Lideranças do American Jewish Committee (AJC) visitaram no início de abril Brasília e São Paulo. Na capital federal, foram recebidos pelo ministro das Relações Exteriores, embaixador Luiz Alberto Figueiredo. “A intenção é manter o Brasil, um player regional e global, próximo à causa judaica”, declarou o AJC. A delegação também encontrou o embaixador de Israel, Rafael Eldad.

Em São Paulo, visitaram o IFHC, onde foram recebidos pelo cientista político Sergio Fausto, diretor-executivo do instituto; e o Instituto Lula, onde trataram de assuntos de política externa.

Foram também recepcionados pelo grupo de nove vereadores que, a convite da Fisesp, viajaram em novembro de 2013 a Israel, onde participaram do Projeto Interchange, promovido pelo AJC. Entre os presentes, o presidente da Câmara José Américo (PT), os vereadores Floriano Pesaro e Coronel Telhada (PSDB), Paulo Fiorilo e Antônio Donato ( PT) e Ary Friedenbach (PROS).

A comitiva do AJC foi formada por seu presidente, Stanley Bergman; as diretoras Marion Bergman e Dina Siegel Vann. Eles foram acompanhados pelo vice-presidente executivo da Fisesp, Ricardo Berkiensztat, e pela representante do AJC no Brasil, Muriel Asseraf.

O AJC foi fundado em 1906 para ajudar judeus russos perseguidos pelo império czarista. Com forte atuação política, busca combater o antissemitismo, promover valores democráticos e fortalecer a vida judaica. Apoia Israel na busca por paz e segurança.


Em encontro no Itamaraty, Muriel Asseraf, Ricardo Berkiensztat, Dina Siegel, chanceler Luiz Alberto Figueiredo, Stanley Bergman e Marion Bergman. Foto: Gustavo Ferreira /AIG-MRE.