Comandante do Hezbollah é morto em ataque israelense na Síria, diz imprensa

Um alto comandante do Hezbollah na Síria foi morto nesta quinta-feira em ataque israelense com drones, segundo informou a imprensa síria.

A TV estatal síria informou que um drone israelense disparou um míssil contra um carro no sul do país, matando uma pessoa, inicialmente apontada como “civil”. Alguns outros meios de comunicação alinhados com o regime de Assad disseram que ele era um policial local.

Dizem que o homem foi alvejado enquanto dirigia perto da vila de Hader, perto de Quneitra, nas colinas sírias de Golã.

Relatos da mídia local identificaram o homem como Imad Tawil, um alto comandante do Hezbollah que estava auxiliando nos esforços do Irã para garantir uma posição nas colinas de Golã.

Citando informações da Síria, a mídia em língua hebraica informou que Tawil foi recrutado pelo Hezbollah e serviu como comandante local da organização.

De acordo com a informação Tawil estaria encarregado da criação de uma “infraestrutura terrorista” que poderia ser usada para lançar ataques contra Israel ao longo da fronteira síria.

Israel não comentou a ação.

Israel atacou repetidamente alvos iranianos na Síria nos últimos anos e alertou contra qualquer presença iraniana permanente na fronteira.