Comunidade judaica paulista realiza Ato Central de Yom Hashoá

O Yom Hashoá – é o Dia do Holocausto e o Heroísmo, quando se honra a memória dos seis milhões de judeus assassinados pelos nazistas durante a Segunda Guerra. Neste dia, em Israel, as sirenes de alarme soam e guardam-se dois minutos de silêncio, sob o lema de “lembrar e recordar – jamais esquecer”.

Para marcar essa importante data, a Federação Israelita do Estado de São Paulo realiza, no dia 07 de abril (quarta-feira), às 19h, o “ Yom Hashoá – Ato Central e Virtual da Comunidade Judaica de São Paulo”, em memória aos seis milhões de judeus assassinados durante o Holocausto.

O Ato será aberto à toda comunidade judaica e comunidade maior e contará com depoimentos de sobreviventes do Holocausto, jovens dos movimentos juvenis, lideranças da comunidade judaica, além de uma cerimônia solene, do acendimento virtual de velas e do toque do Shofar. Durante o evento, a Fisesp vai transmitir também a iluminação das Torres do Congresso Nacional, com as frases  “Holocausto Nunca Mais” e “Solidariedade Salva Vidas”, uma iniciativa da Conib com apoio do Congresso. O evento pode ser acompanhado pelo YouTube e Facebook da Fisesp e também pelo Facebook da Conib.

“A cada ano temos menos sobreviventes do Holocausto e hoje, mais do que nunca, precisamos recordar todos aqueles que foram assassinados nos campos de extermínio. Vamos entoar o Kadish em homenagem às 6 milhões de almas judias que perdemos na Shoá e alguns milhões de outros povos. Ama ao teu próximo como a ti mesmo. Essa é uma das frases mais importantes da Torá. Shoa nunca Mais. Am Israel Chai”, declarou a diretora da Fisesp , Elisa Nigri Griner.

A realização do Ato Central de Yom Hashoá é da Federação Israelita do Estado de São Paulo e Conselho Juvenil Sionista, com apoio do Fundo Comunitário e da Sherit Hapleitá – Associação dos sobreviventes do nazismo no Brasil.