Conib condena comparação da situação de Covid em Manaus com o que aconteceu em Dachau 

A Conib (Confederação Israelita do Brasil) lamenta profundamente as mortes por Covid em Manaus e se solidariza com familiares e amigos das vítimas. Mas é absurda e ofensiva qualquer comparação entre o campo de concentração nazista de Dachau, na Alemanha, e o ocorrido em Manaus durante a pandemia ou qualquer outro aspecto dessa tragédia sanitária em curso. Não se pode comparar o incomparável. Por isso, só temos a lamentar a análise publicada neste sábado intitulada “As semelhanças entre Manaus e Dachau”. A Conib lançou uma campanha contra a banalização do Holocausto justamente para combater esse uso político perverso e oportunista da barbárie nazista que resultou na morte de 6 milhões de judeus inocentes pelas forças nazistas e seus aliados, num contexto histórico que nada tem a ver com a situação atual no Brasil. É um abuso da história e de suas vítimas, perpetrado à direita e à esquerda, que banaliza o mal e impede a correta compreensão dos fatos.