Conib condena decisão do TPI de abrir investigação contra Israel por supostos crimes de guerra em territórios palestinos

“É escandalosa a decisão do Tribunal Penal Internacional de abrir processo contra Israel por supostos crimes de guerra. Como toda nação soberana do mundo, Israel tem o direito de se defender de inimigos que desde sempre atuam para destruir o Estado judeu. O tribunal referido já deu muitas demonstrações de viés anti-Israel, e cabe à comunidade internacional repelir essa ação”, disse Claudio Lottenberg, presidente da Conib.