Conib lamenta a morte de Armando Klabin 

O presidente do conselho de administração da Klabin, Armando Klabin, faleceu nesta quarta-feira (22) aos 89 anos. “A Conib lamenta a morte do empresário Armando Klabin, que com sua dedicação e trabalho, contribuiu largamente para o desenvolvimento da Klabin, da comunidade judaica e do Brasil”, disse o presidente da instituição, Claudio Lottenberg.

Em nota, a Klabin manifestou os sinceros sentimentos à família e enorme gratidão pelo exemplo “de liderança, profissionalismo, empreendedorismo e dedicação com a Klabin, com o Brasil e seu futuro”.

“Dr. Armando foi um homem de vanguarda, inesgotável capacidade de trabalho, era um apaixonado pela Klabin, pelo meio ambiente e pelo Brasil. Deixa grande legado e fonte de inspiração para as novas gerações”, informou a empresa em comunicado ao mercado, de acordo com matéria de Daniele Madureira, na Folha de S.Paulo.

A ORT – Sociedade Israelita Brasileira divulgou nota de pesar, afirmando: “Que seu legado de bondade e ativismo tenha inspirado outras gerações a seguirem no caminho do voluntariado, empreendedorismo e atitude”.

Formado em engenharia pela Escola Politécnica da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Armando era sócio-gerente da Klabin Irmãos & Cia, holding do grupo. A Klabin foi criada em 1899 por três irmãos lituanos -Maurício, Salomão e Hessel Klabin – e por um amigo em comum, Miguel Lafer.