Ex-presidente da Conib e dirigente do SWU estão entre os 40 líderes pró-Israel da AL

O ex-presidente da Conib Fernando Lottenberg e o diretor executivo da StandWithUs Brasil, André Lajst, estão entre os 40 principais líderes da América Latina que atuam contra a desinformação sobre Israel e em defesa do país.

Fernando Lottenberg é advogado, vice-presidente do Congresso Judaico Mundial (CJM), presidiu a Conib de 2014 até 2020 e tem forte atuação na luta contra o antissemitismo e em defesa de Israel e dos valores judaicos.

Andre Lajst também atua no combate ao antissemitismo e contra a desinformação sobre Israel, participando de palestras para alunos, professores, jornalistas e membros da comunidade. Andre é natural de São Paulo, fez aliá em 2006 e serviu na Força Aérea Israelense como pesquisador por dois anos.

Israel mantém relações diplomáticas plenas com todos os países da América Central e do Sul e da região do Caribe (com exceção de Cuba, Bolívia e Venezuela) e, nos últimos anos, influenciadores latino-americanos pró-Israel, judeus e não judeus, vêm atuando para estreitar ainda mais os laços.

A diáspora judaica na América Latina começou com expedições espanholas e portuguesas no século 15, e até hoje a população judaica na América Latina continua forte, concentrada principalmente na Argentina, Brasil e México. Desde a votação da Assembleia Geral da ONU em 29 de novembro de 1947, na qual 13 dos 20 países membros da América Latina votaram a favor do estabelecimento de dois estados – um judeu e um árabe – no Mandato Britânico da Palestina, a relação entre a América Latina e Israel se expandiu, especialmente por meio da cooperação nas áreas de agricultura, medicina, ciência e tecnologia.

De acordo com pesquisas, quase 20% dos latino-americanos são cristãos evangélicos, assim como quase 30% no Brasil e mais de 40% em grande parte da América Central. O apoio evangélico foi atribuído à eleição de governos pró-Israel da América Latina e decisões políticas pró-Israel, como a mudança da embaixada do país em Israel pela Guatemala de Tel Aviv para Jerusalém.

Como cristãos e judeus pró-Israel na América Latina causaram um grande impacto político e social, o JNS compilou uma lista de tais influenciadores, incluindo ativistas e líderes de várias áreas, que contribuíram para promover os laços com Israel.

Foto: World Jewish Congress