“Experiência enriquecedora de um país que deu certo”, diz ministro Luís Roberto Barroso sobre viagem a Israel

O ministro do STF Luis Roberto Barroso ressaltou uma série de momentos marcantes na agenda da viagem que a Conib, a Fisesp e o Project Interchange, do AJC, promoveram em junho deste ano, levando a Israel Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O ministro lembrou, por exemplo, a conversa com Aharon Barak, professor de direito no Centro Interdisciplinar de Herzliya, que foi presidente da Suprema Corte de Israel de 1995 a 2006; os encontros com negociadores de paz e com a Tenente-Coronel (res.) Sarit Zehavi, quando se inteiraram sobre os desafios de segurança no norte de Israel, e a visita à Suprema Corte. Para ele a viagem permitiu uma compreensão maior da visão de Israel. “Foi uma experiência enriquecedora de um país que deu certo, tem 70 anos, foi construído no deserto, cercado de inimigos muitas vezes violentos e você faz surgir um país que é vanguardista em tecnologia, em diversidade, em acolhimento das pessoas”.