Governo israelense retira o Brasil da lista de destinos proibidos, medida passa a valer na segunda-feira, diz site de notícias

O governo israelense aprovou em votação por telefone a recomendação do comitê de classificação de países do Ministério da Saúde e o Brasil foi retirado da lista de países vermelhos. Com isso, encerra-se a proibição para israelenses e brasileiros viajarem. A informação é de Meirav Cohen, repórter de saúde do Walla, publicada em hebraico, no site de notícias urgentes Hamal. A medida passa a vigorar na segunda-feira, 4 de outubro. Além do Brasil, foram retirados da lista os outros dois países que permaneciam como destinos proibidos: Bulgária e Turquia.