Herzog vai à Ucrânia participar de cerimônia pelas vítimas do massacre de Babi Yar 

O presidente israelense, Isaac Herzog, desembarcou na Ucrânia nesta terça-feira, onde participará de cerimônia pelo 80º aniversário do massacre de Babi Yar, um dos maiores assassinatos em massa de judeus durante o Holocausto, de acordo com matéria da AFP no Times of Israel. Em 29 a 30 de setembro de 1941, mais de 33.000 pessoas, a maioria judeus, foram mortas na ravina Babi Yar perto de Kiev, sob ocupação nazista. A viagem é a primeira visita oficial de Herzog desde que ele assumiu a presidência, em julho, embora ele tenha visitado a vizinha Jordânia para conversas com o rei Abdullah II. Ele está acompanhado pelo ministro da Habitação e Construção, Ze’ev Elkin, que supervisiona os laços com a Ucrânia. Os presidentes ucraniano, Volodymyr Zelensky, e alemão, Frank-Walter Steinmeier, participarão da cerimônia em memória das vítimas do massacre nesta quarta-feira, juntamente com outras autoridades.