Imigração de judeus franceses em Israel teve aumento de 137% em 2021 

Um grupo de 160 judeus franceses que fizeram aliá desembarcou nesta quarta-feira no aeroporto Ben-Gurion em voo especial de Paris organizado pela Agência Judaica para Israel e o Ministério da Integração e Aliá, segundo matéria de Jeremy Sharon, do Jerusalem Post.
Os novos imigrantes foram acompanhados no voo pela ministra da Integração, Pnina Tamano-Shata, que retornava de uma viagem à França, onde se encontrou com representantes da comunidade judaica devido ao crescente interesse de judeus franceses em emigrar para Israel por causa do aumento do antissemitismo.
De acordo com o ministério e a Agência Judaica, Israel viu um salto de 137% no número de novos imigrantes vindos da França somente neste ano de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado.
Cerca de 1.370 imigrantes franceses fizeram aliá durante o primeiro semestre deste ano, em comparação com 578 durante o período correspondente do ano passado, de acordo com o ministério e a Agência Judaica.
Embora a aliá durante 2020 tenha diminuído quase 40% devido à pandemia de Covid-19, houve um grande aumento na abertura de novos arquivos de imigração, incluindo da França – onde 6.053 arquivos foram abertos no ano passado em comparação com 2.475 em 2019.
Entre os 160 novos imigrantes que desembarcaram na noite desta quarta-feira vindos da França estavam médicos, advogados, professores, engenheiros e profissionais de marketing e mídia, bem como 46 jovens menores de 18 anos que ingressarão no sistema educacional israelense.
Depois de pousar em Ben-Gurion, os recém-chegados tiveram que observar o isolamento domiciliar obrigatório de acordo com as diretrizes de segurança do coronavírus.