Israel rende homenagem a Rabin, morto há 26 anos

Israel marcou já neste domingo as cerimônias em homenagem ao ex-primeiro ministro Yitzhak Rabin, assassinado há 26 anos por um judeu extremista israelense. Os eventos memoriais foram iniciados com uma cerimônia produzida pelo Conselho de Programas de Preparação Pré-Exército Israelense Sionista, que contou coma presença do ministro Naftali Bennett. Já a cerimônia oficial de estado foi marcada para a tarde desta segunda-feira no Monte Herzl. O Knesset também organizou uma cerimônia para o final da tarde, com a presença da Chefe da Suprema Corte Esther Hayut e da família Rabin, e os palestrantes incluirão o orador do Knesset Mickey Levy, Gantz, Bennett, o Ministro das Relações Exteriores Yair Lapid, o chefe da oposição Benjamin Netanyahu, o Ministro dos Transportes Merav Michaeli e o Ministro da Justiça Gideon Sa’ar, segundo matéria  do Jerusalem Post . Uma cerimônia anual chamada “Ner Yitzhak” (a vela de Yitzhak) também foi agendada na residência do presidente Isaac Herzog, com o ministro da Defesa Benny Gantz, o juiz da Suprema Corte Anat Baron, o vice-presidente do Knesset Eitan Ginsburg entre outros.