Netanyahu destaca a ‘longa amizade’ com Biden e Rivlin convida presidente eleito a visitar Israel

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu parabenizou o presidente eleito dos EUA Joe Biden e sua companheira de chapa, Kamala Harris, na abertura de sua reunião de gabinete neste domingo, transmitida por videoconferência.

“Tenho uma ligação pessoal longa e calorosa com Joe Biden por quase 40 anos, e sei que ele é um grande amigo do Estado de Israel”, disse o premier.

Netanyahu expressou certeza de que ele e Biden trabalharão juntos para fortalecer a relação EUA-Israel.

Netanyahu também agradeceu ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, “pela grande amizade que demonstrou ao Estado de Israel e a mim, pessoalmente”.

`Eu agradeço pelo seu reconhecimento de Jerusalém e do Golã, por se levantar contra o Irã, pelos tratados de paz históricos e por levar a aliança entre Israel e os EUA a patamares sem precedentes. Obrigado, presidente Trump`, disse Netanyahu.

Netanyahu, o primeiro-ministro rotativo Benny Gantz, o ministro das Relações Exteriores Gabi Ashkenazi e o presidente Reuven Rivlin concordaram em esperar até depois do discurso da vitória de Biden para transmitir suas mensagens.

Rivlin também cumprimentou Biden na manhã deste domingo, convidando-o a visitar Israel e agradeceu a Trump por seus quatro anos de parceria com Israel.

“Envio as bênçãos do povo israelense e do Estado de Israel ao nosso amigo Joe Biden por sua eleição como 46º Presidente dos Estados Unidos da América”, escreveu Rivlin.

“Sr. Presidente eleito, como um amigo de longa data de Israel, você agora é o líder do mundo livre e do aliado mais próximo e importante do Estado de Israel”, acrescentou Rivlin. “A aliança estratégica entre nossos dois países e povos é mais forte do que qualquer liderança política e não se baseia apenas na amizade. Está profundamente enraizada em nossos valores compartilhados e em nosso compromisso com a liberdade e a democracia como os alicerces de nossas sociedades”.

Em vídeo postado nas redes sociais, Rivlin lembrou que havia hospedado Biden em 2016, quando este era vice-presidente no governo Obama.

“Tive o prazer de recebê-lo em Jerusalém como vice-presidente e estou ansioso para recebê-lo em Jerusalém como presidente dos Estados Unidos’, disse Rivlin no vídeo em inglês. “Não tenho dúvidas de que continuaremos a crescer e florescer no futuro. Deus abençoe a America. Deus abençoe todos vocês!”.