Netanyahu promete: “Seremos o primeiro país livre do coronavírus”

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, prometeu que o país será o primeiro do mundo a erradicar o coronavírus. Em pronunciamento feito nesta quinta-feira (7) Netanyahu anunciou que todos os israelenses com mais de 16 anos terão vacinas até o fim de março.

“Esta noite, tenho o prazer de anunciar a vocês um grande avanço que nos levará para longe do coronavírus e nos trará de volta à vida normal. Seremos o primeiro país do mundo livre do coronavírus. O acordo que cheguei com a Pfizer nos permite vacinar todos os cidadãos israelenses com mais de 16 anos até o fim de março, e talvez até antes disso”, afirmou Bibi Netanyahu.

O país começou a vacinação no fim de dezembro e já vacinou mais de um milhão de pessoas. No total, Israel tem 9,25 milhões de habitantes. O primeiro-ministro chamou o processo de “Operação Retornando à Vida”.

“Por meio da Operação Retornando à Vida, abriremos a economia, retornaremos aos locais de trabalho, sinagogas, restaurantes e pubs, às quadras de futebol e de basquete, aos eventos culturais, a uma vida que amamos e sentimos tanta falta”, declarou.

O primeiro-ministro afirmou que uma nova remessa de doses da vacina deve chegar no próximo domingo (10). Para ele, a rápida vacinação no país é possível pelo bom sistema de saúde israelense, “um dos mais avançados do mundo”, segundo Netanyahu. O país tem um sistema de saúde privado, mas por preços baixos e acessíveis, com ampla cobertura.

Mesmo com a rapidez na vacinação, Israel vive o terceiro lockdown e promete medidas rígidas para restringir a circulação. O país registra 470 mil casos de coronavírus e 3.549 mortes pela Covid-19.

Foto por Amir Cohen/ Reuters.