Felipe Araújo

Novo presidente da Fisesp, Marcos Knobel, pretende dar continuidade a projetos de inclusão

O cardiologista Marcos Knobel foi empossado como presidente da Fisesp durante jantar na Hebraica nesta semana. Ele assume o cargo em 1º de janeiro de 2022 e permanece até o final de 2023. Em entrevista à CONIB, ele falou sobre a nova gestão e destacou que pretende focar nos projetos de inclusão.

O senhor acaba de ser empossado como presidente da Fisesp, quais questões considera prioritárias na sua gestão?

Existem questões pétreas que sempre precisam estar em evidência na nossa comunidade, como a segurança comunitária, o combate ao antissemitismo, banalização do Holocausto e outras formas de discurso de ódio. Sempre estaremos nos preocupando com a parcela de nossa comunidade sem acesso a educação, saúde e até mesmo a alimentação digna. Nunca deixaremos de priorizar estas questões tão importantes. Mas vamos focar muito nos projetos de inclusão. O jovem e sua participação na vida comunitária será explorado, para trazê-lo cada vez mais para dentro da comunidade.

O senhor é um presidente jovem. A renovação de lideranças comunitárias é um assunto importante.  Pretende investir nisso?

Fundamental. Precisamos cada vez mais trazer os jovens para as lideranças e empoderá-los. Vamos nos aproximar muito dos movimentos juvenis e principalmente ouvi-los para tentar mapear os pontos cruciais

O momento atual é singular, com questões como aumento do antissemitismo e da polarização na sociedade. Como o senhor analisa este cenário e qual o papel da Fisesp dentro dele?

Atuaremos combatendo toda e qualquer forma de antissemitismo propriamente dito ou na forma de antissionismo e a  banalização do Holocausto. Com esse tema nossa tolerância é zero. Infelizmente a polarização política na sociedade leva a atritos em nossa comunidade com ataques de lado a lado. Nossa função como entidade apartidária será ouvir sempre os dois lados.

O senhor já tem composta a diretoria? Pode falar um pouco sobre ela?

Sim. A diretoria atual é composta de pessoas sensacionais e atuando em diversos projetos na comunidade. Iremos manter uma boa parte dela e traremos mais 8 membros. É uma diretoria que debate os assuntos , possui opiniões variadas sobre diversos temas controversos e acime de tudo, que  se respeita. Posso dizer que a cada reunião ou conversa, aprendemos muito uns com os outros. A partir de janeiro , vamos nos reunir para discutir nosso planejamento estratégico e novos projetos comunitários.

Foto: Felipe Araújo