Parceria da Sociedade Israelita do Ceará e Conib com Secretaria de Educação do estado possibilita webinar sobre Holocausto e conteúdo publicado em jornal

O webinar “Educação e Direitos Humanos: Lições do Holocausto” aconteceu no dia 24, contou com a parceria da Conib, e reuniu a mediadora Renata Leite, Técnica Pedagógica da Seduc, Marcus Strozberg, membro da Sociedade Israelita do Ceará e Curador da exposição “Do Holocausto à Libertação”, o Diretor-geral da Conib, Sergio Napchan, Rebeca Serrano, professora de sociologia do ensino médio na rede paulista e Clara Ramírez, Diretora do Programa de Políticas Educacionais do Instituto Auschwitz para a Prevenção de Genocídios e Atrocidades em Massa – AIPG. O encontro integra a Primavera Pedagógica, evento envolvendo a Seduc, Crede/Sefor, Secretarias Municipais de Educação e escolas daquele estado, com o objetivo de intensificar as ações pedagógicas, voltadas para a consolidação das aprendizagens. Foi organizado pela Coordenação de Formação Docente e Educação à Distância, setor encarregado de promover capacitações para a rede de educadores da Secretaria.

Outro fruto da parceria da Sociedade Israelita do Ceará com a SEDUC foi a publicação de matéria sobre o tema Holocausto veiculada nesta terça (29) no jornal O Povo, voltada para o concurso de redação para o ENEM, junto à Fundação Demócrito Rocha. Esta página do jornal foi disparada para os alunos do ensino médio do 3º ano da rede estadual, como material para ajudar na elaboração da redação.

“Esta é uma história bonita, resultado de muitos anos de trabalho. Há coisa de três, quatro anos, conseguiu-se fazer com que o tema do Holocausto integrasse o ensino educacional formal do estado do Ceará, com aprovação na Assembleia Legislativa, graças ao esforço do deputado Heitor Férrer. Foi o primeiro estado do Brasil a fazer isso. Trabalhamos outros três anos em conversas com a Secretaria de Educação para que ela transformasse a lei em ação. E então planejou-se este evento”, disse o presidente da Sociedade Israelita do Ceará, Gilbert Minonis. “Com a ajuda da Conib e do Instituto Auschwitz, ele aconteceu na semana passada. Tenho ainda que destacar o trabalho do Marcus Strozberg, que levou à frente essa questão por muito tempo. É o somatório do trabalho de muitas pessoas, de muitas diretorias, durante anos”.

Para Minonis, obviamente aproveitou-se a situação mundial de trabalho pela aceitação da diversidade, em um mundo cheio de controvérsia e intolerância. Isto, sem perder de vista a importância dos fatos relatados sobre o Holocausto, o que é o mais importante. É preciso que as pessoas saibam o que aconteceu para que nada parecido se repita. Quero agradecer a Marcus, Ivelise Strozberg e José Borges”.

O tema do webinar está inserido no contexto de discussões e reflexões a respeito da temática do Holocausto, como ferramenta educativa para prevenção de preconceitos, discriminações.

Até o presente momento, somam-se aproximadamente 1000 visualizações no canal do You Tube da SEDUC. Os comentários dos participantes deixaram claro a importância da temática para a realidade dos dias atuais.

Clara falou sobre a importância de estudar o tema dos direitos humanos, e questões fundamentais que os educadores brasileiros se deparam no cotidiano e na prática pedagógica no contexto escolar.

Marcus fez uma viagem por intermédio da história marcando pontos de visitação conhecidos e famosos no decorrer da Segunda Guerra, contando o que foi o Holocausto nestes espaços.

Rebeca Serrano deu um depoimento a respeito de sua experiência de trabalho concreto junto aos alunos do Ensino médio, e reiterou a importância do papel do educador na problematização da temática do holocausto e dos direitos humanos.

Sergio destacou aspectos determinantes da importância da inserção do ensino do Holocausto na Base Nacional Comum Curricular e os esforços que a Conib fez ao longo dos anos, em parceria com vários atores, no sentido de assegurar que esta temática estivesse inserida neste estudo. Além de ter comentado sobre os equipamentos públicos para visitação e conhecimento disponível a respeito desta temática no Brasil.