Premier League inglesa adota a definição de antissemitismo da IHRA

A Premier League inglesa, a maior organização de futebol na Inglaterra, anunciou nesta quinta-feira (3) que adotou a definição de antissemitismo da Aliança Internacional para a memória do Holocausto (IHRA).

Em comunicado à imprensa, a Liga disse que adotou a definição como parte de seu “compromisso contínuo com a promoção da igualdade e da diversidade e de combate à qualquer forma de discriminação no futebol”.

O diretor executivo Bill Bush disse: “A Premier League está comprometida em combater qualquer forma de discriminação no futebol”, acrescentando que “nossa adoção da definição de antissemitismo da IHRA nos permitirá ser mais eficazes ao lidar com qualquer comportamento antissemita direcionado aos nossos clubes ou funcionários”.

O ex-parlamentar do Partido Trabalhista, Lord John Mann, que é o conselheiro independente do governo do Reino Unido sobre antissemitismo, disse que “a adoção da definição de antissemitismo da Aliança Internacional para a Memória do Holocausto pela Premier League será corretamente anunciada pela comunidade futebolística e pelos clubes em todo o mundo.

“Parabenizo nossa Premier League por estabelecer o padrão global … Espero que outros se apresentem e sejam contados.”

O Movimento de Combate ao Antissemitismo saudou o anúncio, com o diretor Sacha Roytman-Dratwa dizendo: “Como a competição mais popular do futebol mundial, a Premier League está enviando uma mensagem extremamente importante para incontáveis torcedores em todo o mundo: que absolutamente não há lugar para o antissemitismo no mundo de hoje. Esperamos que inspire as pessoas a se juntarem à luta contra o antissemitismo, o racismo e o ódio”.

O anúncio vem como parte de um grande esforço para combater a discriminação e o racismo no futebol inglês e segue os passos do Chelsea FC, sediado em Londres, que trabalhou com seu proprietário russo-israelense Roman Abramovich, que é judeu, em uma ampla gama de projetos e iniciativas de combate ao antissemitismo.

No ano passado, Abramovich anunciou uma doação para o novo Imperial War Museum, com inauguração prevista para 2021.

A medida também ocorre depois que a Federação Argentina de Futebol, órgão regulador do futebol argentino, também adotou a definição de antissemitismo da IHRA em outubro.