Projeto Alicerces leva jovens à Europa e ao Nordeste brasileiro para estudar a história judaica

O projeto "Alicerces" é destinado a universitários judeus de 17 a 27 anos e propõe o estudo da história do povo judeu em alguns dos principais países europeus e nas regiões brasileiras em que ela floresceu.

Em sua próxima edição, o Projeto Alicerces Brasil oferece uma semana em Pernambuco e Bahia, em julho, após a Copa 2014. Serão visitados Recife, Olinda, Salvador, engenhos de açúcar, as rotas dos judeus e cristãos-novos nos séculos 16 e 17. Inscrições até 13 de novembro via alicerces.3@gmail.com ou (11) 3811-1314.

Na Europa, o projeto busca seguir os passos do judaísmo ashkenazita e sefaradita. No roteiro da viagem mais recente, em julho de 2013, estiveram Áustria, Alemanha, França, Holanda, Inglaterra, República Checa e Rússia. Entre os lugares visitados, as comunidades hispano-portuguesas em Amsterdã e Londres e os campos nazistas de Dachau e Mauthausen.

O programa tem três fases: um curso ministrado em várias cidades brasileiras, dois seminários em Atibaia (SP) – com ajuda de custo para transporte – e a viagem.

O curso aborda história e filosofia judaica dos países e regiões a serem visitados e é ministrado por rabinos. Os seminários em Atibaia são intensivos sobre os assuntos que foram aprendidos ao longo ano.

Os requisitos para participar do projeto são simples: ser judeu, universitário e ter vontade de estudar. Número de vagas: 120.

A realização é das Instituições Chabad Lubavitch, com apoio do Keren Nehor Menachem. Para saber mais sobre o Alicerces, acesse www.projetoalicerces.com.br.


Vista da Sinagoga do Jubileu, em Praga. Foto: Ruth Ellen Gruber.