Divulgação

Projeto Zivug alcança mais de 700 inscritos em 50 cidades de oito países

Criado no início de 2021 para promover encontros de solteiros em meio à pandemia de Covid, o projeto Zivug conta hoje com 700 inscritos em 50 cidades.

O rabino Yossef Benzecry, autor da iniciativa junto com o casal José e Fanny Aker de Curitiba, afirma que um dos grandes desafios da comunidade judaica desde os primórdios é o de unir casais para formar famílias com ideais judaicos compatíveis, tanto para quem segue a linha ortodoxa, como para quem tem uma formação sionista, tradicional ou até mesmo quem se considera totalmente secular.

Com apenas um ano de funcionamento do site (https://zivug.com.br/cadastrocandidato/index.php ), o projeto já promoveu cinco casamentos dentre os mais de setecentos inscritos em mais de cinquenta cidades de oito países. Para se inscrever é necessário preencher um cadastro e informar o que busca num companheiro (a), de acordo com sua personalidade e preferências. Após uma primeira triagem, é feito um cruzamento de dados e são apresentadas sugestões ao interessado. As informações são totalmente sigilosas e o projeto é gratuito e abrange todas faixas etárias e de todos os níveis de observância religiosa, diz o rabino Benzecry.