Rabinos destacam que tempo em casa deve ser aproveitado para reza e reflexão

Aproveitar o momento para nos conectarmos com D’us e procurar nos elevar espiritualmente são aspectos apontados pelos rabinos nas mensagens que eles têm enviado para a comunidade. A Conib vem divulgando algumas delas.

Em sua mensagem, o rabino Nissim Katri, do Beit Chabad de Belo Horizonte, conta a história hassídica de um rebe que indaga ao neto porque ele está chorando. O menino então conta que ele estava brincando de esconde-esconde com os amigos e quando chegou a vez dele se esconder, ninguém foi procurá-lo. Ao ouvir o neto, o rebe chorou e disse que D’us também fala a mesma coisa: que está se escondendo e ninguém procura por Ele. “Nesse momento de crise, de adversidade, esse é o momento em que nós que devemos constatar que D’us se encontra mais conosco. E está pedindo a nós para buscarmos por Ele. E devemos fazer isso através de um acréscimo em nossas orações, rezarmos todos os dias um pouco mais, estudarmos um pouco da Torah e praticarmos mais os seus preceitos, especialmente o preceito da caridade”.

O rabino Motl Malowany, do Centro Cultural Israelita Knesset Israel, lembra que no último shabat encerrou-se a leitura de cinco porções da Torah, onde tratamos da construção do tabernáculo, de seus elementos. Ele destaca que a Torah logo nos diz: façam para mim um santuário que residirei neles. Segundo o rabino, sempre comentamos que cada um deveria fazer um santuário dentro de si, uma vez que estava escrito no plural. E que nosso santuário era também a sinagoga e os centros de estudos da Torah. “Pois bem, lamentavelmente grande parte das sinagogas do mundo, centros de estudo de Torah estão fechados. Mas transferimos o verdadeiro santuário para nossos lares e transformamos nossos lares em verdadeiros santuários onde cada um de nós, de alguma maneira, é o sacerdote. E como tais – a função do sacerdote era a de conectar o povo inteiro com D’us – nós devemos aproveitar. Neste momento, cada pai de família deve recolher as forças necessárias com alegria e confiança em D’us para ser o sacerdote. Conectar nossa família, elevá-la a Deus e trazer Deus presente dentro do nosso lar”.

O Rabino Pablo Berman da Kehilá de Curitiba, compartilha uma brachá do rabino Gustavo Surasky, de Ashkelon, Israel. Em um trecho da benção, é dito: “Adonai afasta esta enfermidade deste teu mundo e não permita que a destruição e o medo alcancem nossos lares, libera-nos da angústia, do medo, da desesperança e da tristeza e que D’us possa nos acolher embaixo de tuas asas protetoras”. Em outro trecho, o rabino fala sobre o pedido para que possamos sustentar nossas famílias. Ele termina com o desejo de que possa ser realidade o versículo “O Eterno, Adonai, cuidará de todo o mal, cuidará de nossas almas, cuidará de nossa saída e de nosso retorno, agora e sempre. Que toda a humanidade possa se reunir, se agrupar a fim de cumprir com a Tua vontade com coração cheio”,

Veja abaixo os vídeos:

Rabino Nissim Katri

 

Rabino Pablo Berman

 

Rabino Motl Malowany