Relatórios apontam aumento recorde de casos de antissemitismo nos EUA e em outros países

Relatórios divulgados pela ADL (Liga Anti-Difamação) e pela Universidade de Tel Aviv revelaram um aumento recorde de incidentes antissemitas nos Estados Unidos e em vários países em 2021. Segundo o site da ADL, os incidentes antissemitas atingiram um recorde histórico de 2.717 casos no ano passado nos EUA – uma média de mais de sete incidentes por dia e um aumento de 34% no ano, incluindo agressões, assédio e atos de vandalismo contra instituições judaicas. Este foi o número mais alto registrado desde que a ADL começou a rastrear incidentes antissemitas em 1979. Leia mais em: https://www.adl.org/audit2021w

Outro relatório divulgado nesta quarta-feira (27) pela Universidade de Tel Aviv, na véspera do Dia da Lembrança do Holocausto, também revela um aumento recorde de casos de antissemitismo em vários países, segundo informou a imprensa israelense. O relatório revelou que o número de ataques antissemitas quase dobrou no Reino Unido – de 97 em 2020 para 173 no ano passado; na França em mais de um terço em 2021 em relação ao ano anterior – de 44 para 60; e na Alemanha atingiu seu nível mais alto nos últimos anos – 3.028 em 2021, contra 2.351 em 2020 e 2.032 em 2019.