Divulgação - Da esquerda para a direita: Sarrubbo, Renato Schartz e sua esposa, Adriana, e Octávio Aronis

Diretor da CONIB representa a instituição em posse do procurador-geral de Justiça de SP

O Procurador-Geral de Justiça de São Paulo, Mário Luiz Sarrubbo, tomou posse nesta sexta-feira (27) para mais um mandato à frente do Ministério Público de São Paulo no biênio 2022/2024. A cerimônia de posse foi no Theatro Municipal de São Paulo e contou com a presença do diretor de Segurança da Confederação Israelita do Brasil (CONIB), Octávio Aronis​, de Renato Lainer Schwartz, do Departamento Jurídico da FISESP, e sua esposa, Adriana, e de várias autoridades, como o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Morais, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e o governador Rodrigo Garcia.

Sarrubbo ocupa o cargo desde 2020 e foi reconduzido pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB) após ser o mais votado na eleição que aconteceu em 9 de abril. Sarrubbo obteve 1.385 votos entre os promotores do MP paulista, seguido por Marcos Ihara, com 301 votos, e Fábio Kalaf, com 242 votos.

Sarrubbo é o atual procurador-geral de Justiça e atua no MP-SP desde 1989, onde também foi subprocurador-geral de Justiça de Políticas Criminais e Institucionais. Ele foi professor na Escola Superior do MP-SP e na Escola Superior de Advocacia de São Paulo e leciona atualmente direito penal na Faap. O procurador-geral de Justiça tem mestrado em direito pela PUC-SP e graduação em direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Ele também foi diretor da Associação Paulista do Ministério Público do Estado de São Paulo (APMP), dirigiu o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional da Escola Superior do MP-SP (2011 a 2013), presidiu o Colégio de Diretores de Escolas de Ministérios Públicos Brasileiros e foi Conselheiro Superior do Ministério Público.